Photobook Transilvânia. O fotógrafo pegador.

          Hey, vamos dar um role na Transilvânia, petequinha! Ponha o seu xale dourado e caminhe como se fosse uma meretriz santificada pelos olhos do povo. Já ouviu falar na arte de lamber selos? Não?! Será um prazer além dos limites iniciá-la no passatempo dos deuses numa antiguidade não muito distante, se é que me entende... Só os amanuenses sabem, querida; auxiliares de escritório da Era pré internet, não é do seu tempo, não se preocupe. Continue a mascar seu chiclete e sorrir para a câmera. Você seria uma maravilhosa lambedora de selos!
          Caminhe sensualmente, assim! Beleza, querida; eu faço o que tenho que fazer, sem problemas, sem preâmbulos. O quê? Preâmbulos? Não importa! Usarei a mão direita para imortalizar as suas poses por esses jardins dos castelos romenos. Nada me intimida, pombinha linda! Sou bom com a câmera fotográfica.
 
          Assim mesmo, preciosa, deixe-me entrever a pele macia do seu colo. Tem noção do quanto isso vale? Ser o primeiro a imaginar as pérolas magníficas, e ao vivo, antes que as fotos saiam nas revistas de moda ficando ao alcance de todos os brucutus do mundo? Ou acha que enquanto as mulheres observam as roupas e os detalhes da costura, as cores, os camaradas fazem o quê?
          Outra coisa, amor dos outros... Ah, olhe assim mesmo, assim está perfeito, quase revirando os olhos, quando o âmbar namora desavergonhadamente com a câmera! Perfeito! Chega a causar ciúme. Borrachinha! Mas, a outra coisa não era isso; era o seguinte, candidata a estrela no panteão da futilidade imensa que só o dinheiro pode comprar e a ignorância pode admitir. Você verá que os ricos pensam diferente dos meros mortais Mulheres ricas, especificamente, bombom, guardam em si mesmas um quê de maligno, algo que vem com o dinheiro, não sei bem explicar, nunca fui rico. Nem mulher. Jamais o serei.
 
          Agora, encurralada na sombra contra as pedras; assuste-se com minha urgência de empalador, pecadinho suave, faça! Muito bom! Joelho à frente, pedaço da coxa à mostra. Sensacional! Olhe pra mim, querida, perceba como você consegue mexer com a adrenalina dos machos facilmente!
          Estamos terminando, só mais algumas. Faça uma pose escancarada! Garanta o inefável tesão para as massas alucinadas por momentos de luz! Podemos sair para almoçar em um minuto, o que acha? Naquela cantina romena de origem suspeita. Eu pago! Ensopado à Gary Oldman com cerveja romena da melhor qualidade. Sinta o cheiro delicioso que escapa daquela chaminé centenária!
          Você é uma ótima profissional, minha querida. Por que não me convida para um jantar de comemoração pelo excelente trabalho realizado, essa noite? Vou te pegar no hotel. Só terá que me convidar a penetrar... A propósito, criança, horas de trabalho e não tive a oportunidade de me apresentar à vossa emblemática figura.
          Muito, muito prazer. Meu nome é Vlad!

                                      Marcelo Gomes Melo
 

Para ler e refletir

A vida é uma sequência de poemas costurados...         Todo dia eu componho uma canção diferente em meus pensamentos, com ve...

Expandindo o pensamento