A equação mulher em uma sociedade pervertida



Eu quero confiscar os seus sonhos para analisa-los cuidadosamente e saber em quantos deles apareço, e qual é a minha função enquanto você dorme e se movimenta de um lado a outro da cama.

Obviamente espero uma posição de destaque, senão única e preponderante, já que seria uma humilhação deslindar dos seus segredos mais profundos o saber que, se apareço em seu sonho é motivo apenas para fazer uma fezinha no jogo do bicho e faturar uns trocados. Essa é a porta que emperra e me faz hesitar nessa atitude déspota, machista e desleal.
As mulheres não sabem como é difícil para um homem saber em que ela está pensando, e a motivação pela qual fazem o que fazem, ainda mais porque pensam em muitas coisas misturadas ao mesmo tempo, e, no fundo não têm motivação alguma para o que fazem, apenas exigem coisas complicadas para nós, homens, como perceber que cortou um dedo dos cabelos, trocou a cor do batom, quando só enxergamos duas cores: o preto e o branco!
A desorganização feminina exige que tracemos planos de batalha eficazes para cada situação, como ficar mudos em determinados momentos, mudar de assunto em outros, ficar ofendidos e agir antes que nos tornemos vítimas.
Ser homem é muito difícil quando há mulheres envolvidas na equação. Mudam tudo o que está em ordem na nossa vida, nos viram pelo avesso, implementam jogos mentais enlouquecedores, e quando nos quebram julga-nos fracos e largam à beira do caminho, sem nada, nem forças para recomeçar.


Alguns reagem violentamente, aloprados que já estão, e as suas vidas estarão acabadas a partir daí, julgado por todos como um monstro agressor, muitas vezes fabricado objetivamente pelas mulheres empoderadas que jamais hesitam em diminuir e humilhar o abobalhado com os jargões de sempre, os mais ofensivos para um homem de coração machista ouvir e aceitar, como “você não é homem”, e “você não serve para nada”.

A sociedade se alvoroça e vítimas são contabilizadas aos montes, sem que nunca as duas partes sejam ouvidas, ou levadas em consideração. É moda. Mas é triste, assim mesmo. Difícil pensar em mundo com vítimas de apenas um lado, e agressores maldosos do outro. Não se enganem, nessa vida há de tudo, basta aprofundar-se nas questões e descobriremos culpados de tudo quanto é jeito. Sinal dos tempos.



Marcelo Gomes Melo
 

 

Para ler e refletir

A equação mulher em uma sociedade pervertida Eu quero confiscar os seus sonhos para analisa-los cuidadosamente e saber em quantos ...

Expandindo o pensamento