Urubu que não voa, não come morto




As mina tava tudo mocozada na casa das amiga, pai, tudo louca, maaaaano! Nois chegô no arrupeio, intaum nois viu as vagaba tudo na esbórnia, é nois qui tá, tio! Ai nois pirô, morô? Catamo os uísque qui os cara faiz lá na baixa do sapateiro com metanol e nois foi pra drento, si pá, pastor, tá ligado, padrecão?
A essas hora tava rolano uns funk loco pa krai, sinhô, as mina num regulava o taboréu, naum! Era tudo de shortinho rebolano o fedegoso, fazeno cara de astuta, e nois num é mané, tá ligado? Chapa, nois já foi ostentano as corrente no pescoço, os boné de marca e jogano umas nota de cinco real na mesinha, umas moeda de um real, cinquenta centavo, dez centavo... De um centavo nem tinha, mano, qui nois naum é miserávi! Cum nois é na riqueza, tá isperto?
Nois trocou uma ideia com as cabrocha, as novinha assanhada de tanto uísque com energético, rapá. Nois colou cada qual no seu cada qual, colocou as peça debaixo das almofada pra escondê da puliça, aí foi um pega pra torá, morô?
Rapá, as mina tudo preparada, naum teve caô, fí, foi só leva pros canto pra abatê,tio! Era funk, uísque de metanol, as nova gemeno e foi pobrema, camaradito, na fé!
Os mano tinha casado umas grana pra quem fazia as mina uivar mais alto, camarada, valia tudo. Era um suadô da leprechota, todo mundo na rebolage, só cuidano, mano, só cuidano!
Intaum veio aquele barui alto pa krai e os mano e as mina indoidô! Saiu tudo correno pelado pelo beco, as nota de cinco conto ficou tudo lá!  




Nois pensô que era as puliça, certo, aqui ninguém bobo, mano, si ralamo pro mato rapi deiz!

Quano nois chegô no alto do morro, tudo pelado e cansado, o barato ficou criminoso, cabano! Nois zoiô pra trais e pra baixo e naum era a puliça! Era o carro da pamonha e uma ambulança, cidadão! Nois ficô zoiando um pro outro e broxô, tio, né fácil, não, esses pobrema. Nois perdeu a grana, o uísque e a xanxa de sentá o ferro nas novinha. Ah, as rôpa e os revorvi tomém!

Isso daí é vexame, parça! Si contá pros mano tu vai tombá no canaviá, tá ligado? Firmô, intaum, fica gel nos movimento qui nois vai partir pra outra. Urubu qui naum voa naum come morto!


Marcelo Gomes Melo
 

Para ler e refletir

Surfando na subjetividade Um dia todos os nossos planos serão realizados, e concluídos os mais importantes passos para a melhoria d...

Expandindo o pensamento