Contra os amores perdidos
 
 


Tatuado à navalha em seu peito ecoa
 Os mais variados sons

Produzidos nos labirintos

Dos amores assassinados



 Com os musculosos braços retesados
As veias à mostra

Por onde correm sangue e luz

A bomba latente que ainda os

Mantém vivos
Acrescenta esperança aos cérebros feridos




Há um dragão tatuado no peito

Para cada paixão de um homem

Um que abre as asas, tranquilo

E compartilha o seu fogo

E outro que, de olhos vermelhos

E um esgar de ódio

Sobrevoa a batalha

Destruidor em sua essência



O que há de comum entre ambos

É a necessidade quase criminosa

De, como Teseu

Superar o labirinto

Derrotar o monstro interior

E tatuar com orgulho

A vitória de salvar um amor





                          Against lost loves



Tattooed with knife in his chest echoes

The various sounds produced in

Labyrinths of the

Murdered love


With his muscular arms strained

The veins  show where the blood

And light flows

The latent pump

That still keeps them alive

Adds hope to injured brains




There is a dragon tattooed on his chest

For every passion of a man

One that spreads it wings, quiet

And shares his fire

And another who, with his red eyes

And a grimace of hate

Flies over the battle

Destroyer in its essence





What is common to both

It’s almost criminal

To need as Teseus

Overcoming the maze

Defeating the monster within

And proudly tattoo

The victory of saving  love.



 
Marcelo Gomes Melo



Para ler e refletir

A lenda do Bom Tejipió           Embaixo do pé de cajá ao anoitecer, com uma lança comprida de ponta fosca triangular, cort...

Expandindo o pensamento