Das luzes e das sombras que nos fazem imperfeitos



De todos os olhos do mundo, os seus, quando me tocam, me aquecem, me decifram, acariciam enquanto me percorrem, permanecem em mim e eu só consigo me infiltrar em você.
 De todos os lábios do mundo, os seus me hipnotizam quando se entreabrem, me falam, me pedem, me mandam, me querem e se mostram famintos.
 Eu só consigo saboreá-los, transformá-los em via para nossos desejos. De todos os corações, o seu se mistura ao meu, batendo em uníssono; o meu, baixo profundo e o seu, melodioso vai abrindo caminhos, desvendando os mistérios, mapeando a estrada dos nossos prazeres...
 

De todas as mãos do universo, as suas me seguram, se agarram em mim, se entrelaçam às minhas e nos unem como cabos de alta tensão, transportando energia vital transformada em amor, em paixão, em querer.
De todos os corpos do mundo, o seu é o meu, que me acende e me atrai, meu altar precioso, meu prazer infinito!
 Sem pensar, sem ousar, sem me dar qualquer opção, sei que lhe quero por completo, dos pés à cabeça, e me transformo em perfume para me impregnar em você!

 




                                   Marcelo Gomes Melo

Para ler e refletir

Relato poético de um detetive de homicídios             Desmaiou ao ver aquela compilação de vidas extintas exposta no mesmo loca...

Expandindo o pensamento