A paz mundial não é da sua conta

 

          Astro da banda inglesa The Smiths, ícone do rock dos anos 80 que liderou a invasão britânica no mundo, Morrissey lança novo cd e, ao mesmo tempo tem o seu contrato com a gravadora cancelado por conta de comentários feitos por ele contra o estabilishment, além de uma canção que retrata o seu pensamento quanto à dominação sofrida pelo povo por parte dos governantes que os trata como tolos e decidem todos os destinos fria e completamente.
          Na letra de “World Peace Is None of Your Business” (A Paz mundial não é problema seu), Morrissey cita o Brasil entre os países em que as pessoas estão sofrendo, vítimas dos governantes que os conduzem como uma manada, usando a força policial para reprimir e a mídia para emburrecer.
          Paz Mundial é balela! Seu voto serve apenas para apoiar o processo de dominação; pague seus impostos, não se envolva no esquema dos poderosos; saiba que os ricos ficarão ainda mais ricos, mas não pense que os pobres serão extintos; eles são necessários para o massacre diário que enche os dominadores de prazer.
          Abaixo a letra traduzida da nova canção de Morrissey:
          “A Paz Mundial não é da sua conta”
          A paz mundial não é da sua conta
          Você não deve mexer com o esquema
          Trabalhe duro e docemente pague seus impostos
          Nunca perguntando o porquê
          Oh, oh, pobre tolo
 
          A paz mundial não é da sua conta
          A polícia irá paralisá-lo com suas armas de choque
          Ou irão te desabilitar com suas armas
          É pra isso que o governo serve
          Oh, oh, pobre idiota
 
          A paz mundial não é problema seu
          Então você, por favor fique fora disso
          Os ricos devem lucrar e ficar mais ricos
          E o pobre deve ficar mais pobre
          Oh,oh, pobre tolo
 
          Cada vez que você vota, você apoia o processo
          Brasil, Bahrein, Egito, Ucrânia
          Tantas pessoas sofrendo
                                                 (Morrissey)

 

Marcelo Gomes Melo  
 
 

Para ler e refletir

Relato poético de um detetive de homicídios             Desmaiou ao ver aquela compilação de vidas extintas exposta no mesmo loca...

Expandindo o pensamento