Previsões escalafobéticas para um mundo reconfigurado


          ... E as águas cairão em torrentes, irmãos em armas! E devastarão cidades enquanto o povo clama por elas; mas, ao invés de saciar-lhes a sede e limpar-lhes o corpo conspurcado pelo pecado do funk carioca e das duplas de tomateiros caipiras, as águas os derrubarão e os devorarão afogados, soterrados na lama de sua própria culpa.
          E fanáticos enlouquecerão, enquanto os cínicos se tornarão fanáticos. O planeta trocará de nome e as proporções de terra e água se inverterão; o planeta Terra será rebatizado planeta Água, e a humanidade será reconfigurada, assim como países em novas extensões territoriais, clima e idiomas.

          Muitos morrerão. Muitos. Mas políticos, não! As desgraças serão substituídas, mas os pais das desgraças permanecerão, de paletó e gravata, manipulando tolos que implorarão diariamente para continuarem a ser enganados.


             No final, caros convivas, talvez bebam petróleo para economizar água, um bem de extremo valor, acessível apenas aos ricos. Por isso, liguem os seus celulares! Acessem a Bíblia virtual! Aumentem bastante a letra, para certificarem-se de que podem enxergá-las.
          Os “broderes” que ainda souberem ler se assustarão a ponto de desabarem mortos de horror e medo. Os que fingirem entender, porque estão há muito afastados das letras e do estudo, da escrita e da leitura gritarão e chorarão, como é de praxe entre os preguiçosos e covardes, enquanto a face bovina, mascando um chiclete inexistente e os olhos baços demonstra que ignoram completamente a razão pela qual choram.
          Novos pensadores e cientistas ateus apresentarão novas teorias de que o mundo acabará em barranco, como uma enorme queda d’água... Sem água. Acessem os seus ipad, hermanitos, e toquem no volume máximo o hino axé da redenção final!


Marcelo Gomes Melo

Para ler e refletir

Intolerante é a sua mãe, eu sou o mais humilde do universo!         Para lutar por suas bandeiras é preciso argumentar com co...

Expandindo o pensamento