A Era das paixões além da eternidade



 
          Reza a lenda que a princesa Yoko Sama
          Caminhou por todo o Japão, anos a fio
          Descalço, sem jamais tirar os olhos
          Do deslumbrante Monte Fuji
Local em que residiria o seu amor verdadeiro
Desprovido de dor, desconfiança e tristeza
Enriquecido pelos séculos
Imóvel em suave resistência aguardando a sua chegada
E a princesa jamais esmoreceu
Caminhou, caminhou sem cansar
Tornou-se rainha sem jamais renunciar ou desviar o olhar
Eis que seus olhos cansaram, mas resistiram à luz e ao tempo
E o seu corpo, de aço, jamais desistiu ou deixou de se curar
Até o momento em que o monte se deixará derrotar
E o seu amor eterno se transformará em pérolas
Que encherão o outono japonês de perfume e beleza

E de mãos dadas com seu amor
E um sorriso terno em seus semblantes satisfeitos
Observarão o surgimento de uma nova Era
Não mais serão protagonistas, apenas parte dos desejos humanos
Dos casais apaixonados ao redor do planeta
E gotas de frescor molharão as manhãs renovando a esperança
Como o tempo se move lenta e constantemente.
Marcelo Gomes Melo

Para ler e refletir

A lenda do Bom Tejipió           Embaixo do pé de cajá ao anoitecer, com uma lança comprida de ponta fosca triangular, cort...

Expandindo o pensamento