A maravilha feminina que enfeita a vida



           Domina o meu pensamento a forma como todo aquele conteúdo cabe dentro daquela minissaia! Uma fórmula matemática há que existir que defina a razão para que ela caiba perfeitamente dentro daquele pedaço mínimo de pano sem ser vulgar ou desperdício do que esconder, porque nada se consegue ver que não o seja através dos olhos da mente.
          Como ela se movimenta tão fácil, se preocupa tão pouco e consegue manter a elegância intacta, inquietando meninos e intrigando homens?
          Nada se vê além do que ela queira mostrar. É algum treino ser bonita e refletir a tudo de maneira natural, afastando-se inteiramente do bizarro que visa vender belezas produzidas em linhas de montagem.
          O fato é que ela consegue gerar sensualidade intuitiva e causar pensamentos excitantes sem o desprezo demonstrado ao que é sem propósito, cujo sensacionalismo que gere dinheiro é só o que importa. O desprezo pelo que é Belo em evidência, tentando incutir em cada cérebro a beleza que os interessa.
          Nada disso será possível, felizmente. Os seres humanos utilizam todos os sentidos para reconhecer a verdadeira beleza. Ela é a principal representante dessas sensações. E eu, o maior de seus súditos nessa intrincada tarefa que é desvendar as maravilhas femininas que enfeitam a vida.



Marcelo Gomes Melo

Para ler e refletir

Relato poético de um detetive de homicídios             Desmaiou ao ver aquela compilação de vidas extintas exposta no mesmo loca...

Expandindo o pensamento