Sobre as suscetibilidades femininas



         
          - Por que você quer se casar comigo?
          - Porque eu gosto de você.
        - E por que você gosta de mim?! Quero dizer, eu sei que não sou feia, mas também não sou linda e...
          - .... Você é linda para mim.
          - Quê?!
        - Você é linda. Quando sorri daquele jeito desconfiado, com 4% de ingenuidade e 2% de pura paixão...
          - Eu faço isso?!
        - Você é furiosa e ciumenta. Pergunta e antecipa a resposta, julga o tempo todo, a si mesma e a todo mundo, com medo de se tornar vítima... Faz de tudo para tentar afastar às pessoas. Está tão ocupada fazendo isso que se esquece de valorizar a quem lhe ama.
          - Por todas essas razões você deveria se recusar a casar-se comigo.
          - Está advogando contra si mesma?! Rs...
          - Apenas quero ter certeza de que você não fará besteira e se arrependerá.
          - A dúvida é sua, não minha. Pare de questionar as minhas certezas por conta de suas fraquezas, por favor.
          - Como saber o quanto você gosta de mim?



        - Não tem como saber. Precisa aprender a sentir. Ninguém pode fazer isso por você.
          - Qual a maneira de se aprender a sentir?
          - Libere o seu amor. Nada de amarras, deixe-o fluir. Abandone o “eu” e habilite o “nós”. Quanto mais amar, mais estará sensível a perceber e receber o amor.
          - Não sei por onde começar.
          - Me dê a sua mão...



Marcelo Gomes Melo



Para ler e refletir

Intolerante é a sua mãe, eu sou o mais humilde do universo!         Para lutar por suas bandeiras é preciso argumentar com co...

Expandindo o pensamento