Análise turva de prazeres inesquecíveis



        
         E eu passei a trançar os cabelos dela de madrugada pós satisfação carnal, no silêncio audaz das memórias recentes, conectando o prazer recém adquirido e prolongando a sensação de paixão, de um laço quase divino.
        Como essa conexão pode simplesmente acontecer não me pergunte; não me lembro de senti-la desse jeito, ou saber de alguém nessa situação e que expressasse em voz alta ou com gestos, mesmo porque seria improvável, impossível até.
         Após a batalha de corpos e sussurros, os movimentos naturais sincronizados, as exigências urgentes, adjetivos controversos, pedidos que aumentam a intensidade e a necessidade até explodir deliciosamente em um vulcão de sensações inigualáveis, flutuar entre as nuvens parece simples, comum, rotineiro.
        Trançar os cabelos dela com a respiração suavizando-se em comum, os lábios tocando os ombros dela levemente como um pouso de espaçonave alien em local remoto é a coisa mais maravilhosa da existência humana.
      Encontrar o encaixe perfeito física, mental e transcendentalmente é tão fundamental que infere a presença angelical superior. Complexidade e simplicidade entrelaçadas para transformar dois seres em um só, comemorando a quase perfeição com o alcance de um prazer imemorial, inesquecível. Puro tesão. Prazeres únicos. O universo observando a invenção da eletricidade.



Marcelo Gomes Melo 

Para ler e refletir

Desleixo, o pai da calamidade         O desleixo é muito louco. É a principal causa das calamidades, indubitavelmente. E mesmo aten...