Vamos iniciar a revolução!
 


          Vamos iniciar a revolução!
         Um ano para arrancarmos como Usain Bolt, com pernas firmes e arrancada potente, para planar pela vida com velocidade e leveza, transpondo obstáculos rumo a vitória pessoal e coletiva.
        Vamos utilizar a concentração dos mestres do pensamento, que dedicam sua inteligência e força mental em prol de uma sociedade melhor, combatendo doenças, criando alternativas para a conservação da natureza e preservação do habitat natural, cuidando de animais, e plantas e seres humanos com igual empenho, colaborando com parcelas diferentes mas igualmente importantes, diminuindo a desigualdade social e intelectual em busca da evolução constante.
        Vamos beber na fonte da persistência dos atletas mundiais que se aperfeiçoam e superam com garra e, sobretudo, respeito ao próximo visando vencer aos próprios limites e não aos adversários.
        Que a revolução proporcione ausência de egoísmo e desconfiança, solidariedade e noção de trabalho em grupo, para que todos encontrem o próprio caminho com uma divisão justa de responsabilidades, deveres, direitos e premiação, garantindo dignidade acima de tudo.
        Que a arma seja a palavra, e a palavra seja usada com sabedoria e generosidade, porque informação é poder, e uma população culta e crítica transforma uma sociedade defeituosa em uma sociedade poderosa e desenvolvida, sem exclusão, atuando sob regras e leis justas e bem definidas, conhecidas e respeitadas por todos; sem brechas criadas para que sejam manipuladas em favor de minorias corruptas.
        Uma revolução movida a consciência individual e atitudes que nasçam de cada um e se alastrem até que atinja a todos, com paixão, ação e boa vontade.
        Então, ano novo? Que se torne realmente novo e não mais do mesmo. Que se inicie a revolução!
                                         Marcelo Gomes Melo

 


Para ler e refletir

A lenda do Bom Tejipió           Embaixo do pé de cajá ao anoitecer, com uma lança comprida de ponta fosca triangular, cort...

Expandindo o pensamento