Há que se arrancar todo o mal pela raiz!



          Essa é a Era do consumismo. A Era em que o espiritual é atropelado pelas necessidades materiais.

          Por mais que se fale em espiritualidade, em desapego, em paz e tolerância, tudo é feito de maneira errada. São produtos postos à venda, e a propaganda é quase sempre enganosa. Quem for mais cínico e cara de pau para empurrar esses produtos irá faturar bastante em matéria e estará apto a ostentar os benefícios, que são direcionados sempre para quem os vende, e nunca para quem os adquire. Isso acontece porque são falsos, uma sombra do que realmente são.
          Cada vez mais hipócritas falam em nome de algum ser superior, defendem posturas absurdas em nome de teorias criadas por snipers da vida, ou seja, pessoas que se colocam à margem da sociedade para utilizar o fato como balas que eliminem o bem comum. São furiosos, impiedosos e atiram para todos os lados, causando perdas lamentáveis, inocentes na guerra pelo poder. Sim, porque tudo se resume a isso.

          Esses seres amealham grande quantidade de seguidores, jovens, desesperados, vítimas do enfraquecimento moral da sociedade, da quebra das leis e regulamentos que a regem e da corrupção que se entranhou profundamente nas Instituições e na mente das pessoas que passaram a utiliza-la em nível superficial achando que não é corrupção porque os líderes fazem muito pior.
          Não há desculpas para a corrupção, leve ou pesada. Tudo deve ser combatido, e apontar os dedos em direção a quem você elegeu esquecendo os seus próprios erros é pura falta de noção. Há que se arrancar todo o mal pela raiz! Então não suborne o garçom, não pare em fila dupla, não cometa o erro de eleger um sacana em troca de benefícios momentâneos. É assim que recuperará os valores vendidos a preço de banana e impedirá que os desvios de conduta e a safadeza universal se espalhem e determinem o que deve ser feito, conduzindo seres humanos a meros consumidores e disseminadores de porcarias, mentais e materiais.



          A Era do consumismo é a Era da corrupção indiscriminada, da intolerância e da estupidez; e existe muito estúpido combatendo fogo com gasolina, discriminação discriminando e corrupção corrompendo e se deixando corromper. E parecem viver bem com isso.


Marcelo Gomes Melo

Para ler e refletir

A lenda do Bom Tejipió           Embaixo do pé de cajá ao anoitecer, com uma lança comprida de ponta fosca triangular, cort...

Expandindo o pensamento