EasyHits4U

EasyHits4U.com - Your Free Traffic Exchange - 1:1 Exchange Ratio, Business social network. FREE Advertising!

                          São Paulo é assim...

          São Paulo é assim: solidão até aonde a vista alcança! Uma sinfonia de passos apressados e concentração estoica, ninada por ipods e iphones, sem tempo de pensar na vida. A vida é que tem que pensar na gente. E não pensa.

          Obstáculos a serem vencidos, das distâncias entre os pontos às dificuldades para acessá-las. Concreto cinza cercando almas coloridas circulando entre uma sinfonia de sons, que vão de orações a xingamentos, de sorrisos a sustos, de carinho a terror. E o céu por cima de tudo.

          Cada um parece uma ilha, fechados em seus mundos díspares, mas basta uma simples necessidade de um e logo se descobre a vocação intrínseca de ajudar, mesmo em tempos de desconfiança geral, fruto da impunidade e da propensão de muitos a fazer o errado.

          A garoa tão cantada anda escassa, mas a insônia eterna de cidade que nunca dorme faz jus à fama; por todos os cantos há luzes acesas e produtos à venda, bares e música num festival de sotaques. Metrópole cosmopolita se entendendo por gestos. A população é poesia em movimento.

          Todos reclamam e criticam, se desentendem e a ameaçam, mas ninguém a deixa. Ela acolhe e vicia. Para o bem e para o mal. Quem não a conhece acha feia, mas quando se perde por suas curvas percebe que não há retorno. Encanto puro por linhas tortas.

          Forte e bela a seu jeito. Resistente, gigante, rica e imperfeita. Imperfeita para o mundo, mas perfeita para nós.

 
                                    Marcelo Gomes Melo

      Novo livro: Estratégia dos vencidos


A estratégia dos vencidos?

          Sofrer

          O carma dos vencidos?

          Acreditar

          Não sabem que são os

          Previamente vencidos

          Enterrados na própria esperança

          A arma dos vencidos?

          Aplaudir, aceitar, acatar.

          Abaixar a cabeça

          A alma dos vencidos?

          Chama-se tristeza

          Quem são os vencidos?

          Nós, a maioria.

          Os que não aprenderam a vencer...

 
 

O livro retrata uma sociedade cínica e corrupta na qual pessoas utilizam-se de todos os meios para alcançar o poder irrestrito, e não se importam com o que tal poder possa custar.

Nesse mundo de feras cada um luta com a arma que possuem, enganando, corrompendo, mentindo e se vendendo em nome de um espaço que acompanhe status, dinheiro e uma fatia considerável de poder. O fanatismo tem diversas capas e as necessidades, por mais absurdas que pareçam precisam ser satisfeitas.

Os personagens são Helio Rocha Neto, empresário ganancioso e milionário, com um sistema infalível de falcatruas e um plano consistente para perpetuar-se definitivamente no poder; Danilo Munhoz, ingênuo representante do povo, herdeiro de um cargo de extremo poder sem nenhuma preparação para isso, mas com ideias mirabolantes de igualdade social, traçando uma estratégia que visava melhorar as condições de vida e de trabalho dos funcionários; e Quincas Saliciano, jovem empresário e sanguessuga classe alta que aprendera todos os truques da velha guarda e acrescentava novos golpes à sua carteira de sócio do poder, jogando todas as fichas que tinha nele mesmo, usando todos os lados em próprio benefício, na busca pelo poder total. A recompensa a que todos almejam: o poder.

Leia e pense: por que a dor é real!

À venda em modelo digital nas livrarias Saraiva e em modelo físico e digital pelo clube de autores.



Marcelo Gomes Melo

Para ler e refletir

Frio, solidão, escravidão, escuridão             Vai ficar tudo bem onde o vendo faz a curva e você vai poder se estirar na...